Etanol e biodiesel ganham espaço na pauta de Prodi no Brasil

O Brasil pretende assinar acordos comerciais com a Itália nas áreas da produção de remédios, etanol e biodiesel. A informação foi dada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante seu programa de rádio, Café com o Presidente, em que comentou sobre a visita do primeiro-ministro italiano, Romano Prodi, ao País."Já há algum tempo nós temos conversado com os empresários italianos, já visitei a Confederação das Indústrias na Itália. Eles já visitaram o Brasil", disse Lula, que aproveitou o programa desta segunda-feira para anunciar que viajará para os Estados Unidos, onde terá novo encontro com o presidente norte-americano, George W. Bush.De acordo com o presidente, "o fato de a Itália querer estabelecer com o Brasil uma parceria estratégica é extraordinariamente importante para o Brasil, que está dando à Itália nesse momento mais importância do que já deu em qualquer outro. Penso que nós vamos ganhar muito nessa relação, porque ela vai ser reforçada. Eu penso que vai melhorar o comércio, vai melhorar a relação cultural, vai melhorar a relação política, vai melhorar também o crescimento econômico dos dois países".Encontro com BushSobre o novo encontro com o presidente americano, Lula disse que a visita é apenas o aperfeiçoamento das relações entre os dois países. "Nós aqui tivemos uma conversa muito forte sobre a questão do etanol e do biodiesel. Agora, vamos dar continuidade a essa reunião, sobretudo com a necessidade de um forte investimento em pesquisa. E também vou discutir com o presidente Bush a questão da OMC, porque depende muito dos Estados Unidos o sucesso na Organização Mundial do Comércio, depende muito", argumentou.Lula afirmou ainda achar que "o Brasil está no ponto, está no ponto para fortalecer a sua união com a União Européia, está no ponto para fortalecer o Mercosul e a União Européia fazendo acordo, está no ponto para consolidar definitivamente essa relação estratégica que temos com os Estados Unidos".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.