Estudantes ocupam reitoria da Universidade do Ceará

Os estudantes da Universidade Federal do Ceará (UFC) ocuparam a reitoria da instituição, no Campus do Benfica, em Fortaleza, no final da manhã de hoje. Após uma assembléia geral, os universitários resolveram invadir o gabinete do reitor Roberto Cláudio Frota Bezerra para protestar contra o reinício do semestre, que aconteceu ontem. A administração acabou sendo transferida para um prédio anexo. Os universitários dizem que só desocuparão a reitoria caso o calendário seja revisto.Os universitários contam com apoio da Associação dos Docentes (Adufc) e querem voltar as aulas somente a partir do dia 2 de janeiro. Também querem que o semestre recomece do zero, isto é, sejam desconsiderados os 14 dias de aula ocorridos antes da greve dos professores. Na sexta-feira, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) por maioria - 27 votos a favor e 15 contra - decidiu pela retomada imediata do semestre.A administração da UFC considera a atitude dos estudantes antidemocrática. O reitor da universidade, Roberto Cláudio, está em Brasília e deve voltar a Fortaleza esta noite. O vice-reitor René Barreira conversou com os manifestantes rapidamente e prometeu se reunir com diretores da instituição para avaliar as reivindicações. O assessor de comunicação da universidade, Ítalo Gurgel, informou que será respeitado o resultado do Cepe. De acordo com ele, está havendo aula na maioria dos cursos. Há uma freqüência menor, reconhece Gurgel, no Centro de Humanidades e no de Ciências Agrárias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.