Estudantes ignoram ética e compram trabalhos

Um serviço em expansão está lançando sombras na ética do mundo acadêmico. Alegando falta de tempo, alunos compram resenhas de livros e até teses de doutorado produzidas por profissionais especializados nesse tipo de trabalho. Dos anúncios nas portas dos banheiros nas universidades aos sites na Internet, a oferta fica cada vez mais evidente. Numa busca rápida na rede, encontram-se dezenas de páginas oferecendo esse tipo de serviço. Mas o que estimula a oferta não é apenas a corrida contra o calendário. Leia mais na edição de hoje do Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.