Estudantes gaúchos propõem adiamento do semestre

O Diretório Central dos Estudantes (DEC) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) está propondo o adiamento do início do semestre, paralisado pela greve, para depois do Carnaval, em 18 de fevereiro. Eles temem que as aulas durante o verão tenham baixa qualidade e preferem sacrificar as férias de inverno para recuperar o calendário, atrasado em mais de 100 dias. Como as matrículas não chegaram a se realizar em função da greve, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) ainda precisa definir o novo calendário.A reitora Wrana Panizi defende o reinício das aulas o mais breve possível, com recessos durante as festas natalinas e o Carnaval, o que estenderia o semestre até maio. Na prática, será impossível retomar as aulas antes do dia 17 de dezembro, e não está descartado que isso ocorra só em 2002. Isso porque a reunião do Cepe está marcada apenas para o dia 5 de dezembro, e os representantes dos estudantes poderão pedir vistas do processo por cinco dias úteis, o que retardaria a definição do calendário por mais uma semana. Como as matrículas levam pelo menos uma semana para se realizar, e os estudantes precisam ser avisados com antecedência, não haveria condições de retomar as aulas antes do Natal se o DCE obstruir a votação do novo calendário.Pela proposta da reitoria ou pela dos alunos, a normalização do atraso provocado pela greve ocorreria apenas em 2003. O DCE realizará uma assembléia na próxima quinta-feira para discutir sua proposta, enquanto os professores da UFRGS se reúnem nesta sexta-feira para encerrar a greve. O calendário do vestibular está mantido para 6 a 10 de janeiro. Na Universidade Federal de Pelotas (UFPel), as provas do vestibular foram adiadas, e ainda não há definição de novas datas. A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) manteve o vestibular para 8 a 11 de janeiro. Os Cepes dessas universidades também definirão as datas de reinício do semestre.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.