Estudantes da Unifesp fazem protesto por saída de reitor

Segundo jornal, Ulysses Neto teria gasto quase R$80 mil em compras de cosméticos e material esportivo

CARINA URBANIN, Agencia Estado

17 de abril de 2008 | 18h10

Os estudantes da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)nformaram nesta quinta-feira, 17, que estão a caminho da Avenida 23 de Maio para fazer uma manifestação pacífica pela saída do reitor da universidade, Ulysses Fagundes Neto. Ele é acusado de ter feito compras pessoais com seu cartão corporativo. "Não vamos atrapalhar o trânsito, queremos apenas mostrar nosso posicionamento à sociedade", afirmou o coordenador-geral do Diretório Central Estudantil (DCE) da Unifesp, Thiago Cherba.   Veja também:   Entenda a crise dos cartões corporativos   Oposição fura o cerco e Dilma terá de explicar dossiê no Senado Dossiê FHC: o que dizem governo e oposição PF pede a governo dados sobre segurança da Casa Civil PF abre inquérito para apurar vazamento de dados de FHC Dossiê com dados do ex-presidente FHC  Os alunos, em greve desde hoje, passaram o dia todo reunidos no DCE para fixar os assuntos que serão abordados na assembléia estudantil de amanhã. Segundo Cherba, foi definido pelos alunos que a saída do reitor será exigida. Quanto à ocupação da Reitoria, a proposta foi negada pela maioria dos estudantes durante a assembléia de ontem, por 217 a 120 votos. "Mas essa questão ainda não foi concluída, iremos defini-la durante a assembléia de amanhã", disse Cherba.O coordenador-geral do DCE disse ainda que os estudantes convocaram, para amanhã, uma reunião extraordinária do Conselho de Entidades (DCE, servidores, professores e representantes da pós-graduação) para expor a opinião dos estudantes e debater com os outros setores da universidade qual será a melhor forma de atuação diante dos fatos. "Queremos chegar a uma postura comum, de acordo com todas as entidades da universidade", disse Cherba.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.