Estudantes curitibanos fazem manifestação pela paz

Estudantes secundaristas e universitários de Curitiba fizeram uma passeata hoje pela manhã, em protesto contra as ações militares dos Estados Unidos no Iraque. A passeata contou com cerca de mil estudantes, que saíram de suas escolas e se concentraram em frente ao prédio da Universidade Federal do Paraná, na Praça Santos Andrade. De lá seguiram pela Marechal Deodoro até a Boca Maldita, na Rua 15 de Novembro, onde foi realizado um ato público. "Estudante na rua, Bush a culpa é sua", foi uma das principais palavras de ordem utilizadas durante a manifestação. "O que o governo norte-americano quer no Iraque é o petróleo que está no subsolo", afirmou o presidente da União Paranaense de Estudantes, Madson de Oliveira. "Amanhã pode ser no Brasil, por causa da Base de Alcântara ou pela Amazônia." Ocupantes de prédios manifestaram apoio jogando papéis picados.Os estudantes se comprometeram a continuar discutindo nas salas de aulas a guerra do Iraque e suas conseqüências para o mundo. Além disso, eles prometem novas manifestações pela paz. "A primeira batalha, que era evitar a guerra, nós perdemos; agora estamos em outra batalha, que é construir a possibilidade de que a guerra seja a mais curta possível e que tenha o menor prejuízo possível para as nações", disse Oliveira.Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.