Estudantes comem banana no McDonald´s e dizem ´Fora Bush´

A União Nacional dos Estudantes (UNE) e outras entidades estudantis realizaram na tarde desta sexta-feira um "piquenique" em uma das lojas da rede de fast food McDonald´s, na Zona sul da capital paulista, onde comeram bananas para protestar contra o presidente norte-americano George W. Bush e reafirmar a necessidade de o Brasil manter uma independência sólida em relação aos EUA.A banana, fruta tipicamente brasileira, foi escolhida como símbolo do protesto para demonstrar a capacidade do País de valorizar seus próprios recursos. O presidente da UNE, Gustavo Petta, discursou para os clientes e funcionários da loja e chamou o grito "Fora Bush". "Essa visita do Bush é mais uma tentativa de fazer o nosso País se ajoelhar diante do poderio americano", disse Petta.Um dos clientes da loja não gostou do protestou e gritou pedindo aos manifestantes que o deixassem almoçar em paz. Outra cliente, entretanto, apoiou a manifestação afirmando: "A banana é nossa". Petta esclareceu que a UNE encerrou nesse momento sua participação nos atos em protesto a Bush. A próxima atividade prevista para ocorrer na visita dele ao grupo Meninos do Morumbi será conduzida pelo MST, segundo o dirigente da UNE.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.