Estudantes acusados de matar garçom na Bahia negam o crime

Cinco estudantes de Brasília acusados de matar o garçom Nelson Simões dos Santos negaram o crime. Os depoimentos terminaram nesta madrugada em Porto Seguro, no sul da Bahia. O crime ocorreu em outubro, na Passarela do Álcool, depois que o garçom pediu para que desocupassem o restaurante porque nada consumiam. Segundo os estudantes, houve uma briga generalizada e eles também foram agredidos pelo garçom.Trezentas pessoas acompanharam os depoimentos, entre elas, a viúva da vítima, Eronilde dos Santos. Os estudantes continuarão presos e o próximo depoimento está marcado para o dia 21, quando o juiz Cássio Miranda ouvirá as testemunhas de acusação. As informações são da TV Globo News.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.