Estudante morreu devido a perda de sangue após lipoaspiração

O laudo necrológicos sobre a morte de Helen de Moura Buratti, de 18 anos, confirmou que a estudante morreu devido a uma grande perda de sangue, o que ocasionou uma anemia aguda, paralisia nos rins e edema agudo nos pulmões.O laudo, feito pelo Serviço de Verificação de Óbito (SVO) do Centro de Medicina Legal (Cemel), de Ribeirão Preto, já faz parte do inquérito policial, instaurado para apurar a morte de Helen, que fez uma cirurgia de lipoescultura com o ginecologistaVanderson Bullamah, no dia 4, e morreu na noite do dia 5. Além do laudo, entregue na tarde de sexta-feira, a delegada do1° DP, Maria Beatriz Moura Campos, já está ouvindo os depoimentos de funcionários da clínica de Bullamah. Helen é a terceira pessoa que morreu após cirurgias de lipoaspiração feitaspor Bullamah, que está impedido de exercer a profissão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.