Estudante baixa as calças e é preso. E há feridos no protesto do Rio

O protesto estava quase chegando ao fim quando o estudante João Pedro Silva, de 19 anos, subiu em cima de um dos carros de som e abaixou as calças. Foi o que bastou para iniciar a confusão, que acabou com o estudante preso e outros dois outros feridos na manifestação de estudantes e professores da rede estadual de ensino contra a carência de cerca de 26 mil professores nas escolas do Rio de Janeiro. O tumulto aconteceu em frente ao Palácio Guanabara, sede do governo estadual, no final da manhã de hoje.Na confusão, Thiago de Souza, de 16 anos, e o presidente do movimento estudantil de nilópolis, Sebastião de Miranda, ficaram feridos e foram levados para o Hospital Souza Aguiar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.