Estrogênio afeta o senso de direção da mulher

Sabe aquele velho ditado sobre as mulheres terem um péssimo senso de direção? Bem, às vezes é verdade, dizem pesquisadores. Mas depende da época do mês. Vários estudos concluíram que o senso de direção está intimamente relacionado aos hormônios sexuais. E um pesquisador da Pensilvânia descobriu recentemente que, quando uma mulher ovula - e seu nível de estrogênio é alto -, ela tem maior grau de dificuldade para encontrar o caminho através de um labirinto. Quando menstrua, é quase tão boa na tarefa quanto um homem. Se isso soa estranho, não se preocupe. Qualquer uma que tenha assistido à TV no horário nobre conhece o estereótipo segundo o qual a menstruação é acompanhada de mau humor e explosões de raiva. Mas a maioria das mulheres não conhece as mudanças cognitivas que podem se seguir a uma queda no estrogênio ? uma diminuição na fluência verbal e nas habilidades motoras refinadas e um aumento na habilidade direcional, segundo as descobertas dos pesquisadores. "Tudo bem a testosterona influenciar a agressividade e o estrogênio influenciar a irritabilidade", disse Deborah Saucier, professora de psicologia na Universidade de Saskatchewan. "É muito mais ameaçador dizer que sua habilidade matemática ou sua habilidade de atirar algo contra um alvo são afetadas. Não creio que a maioria das mulheres esteja ciente disso." Mas o estudo existe: os homens superam as mulheres na maioria das tarefas espaciais, particularmente a rotação e a manipulação de objetos. Testes em labirinto aquáticoNo ano passado, o psicólogo experimental David Widman, da Faculdade Juniata, na Pensilvânia, decidiu testar a interação entre ciclos hormonais e navegação, recrutando 19 universitários homens e 47 colegas mulheres em diferentes pontos do ciclo menstrual. Eles tiveram de percorrer um labirinto aquático criado num ambiente virtual, uma vez com pontos de referência, outra vez sem. Os resultados foram surpreendentes. Com os pontos de referência, as mulheres na época da menstruação se saíram quase tão bem quanto os homens - 11,8 segundos, contra 11,5 segundos dos homens. Porém, antes da ovulação, quando o estrogênio atinge o nível mais alto, as mulheres levaram 16,67 segundos para percorrer o labirinto. Sem os pontos de referência, os homens levaram 22,5 para percorrer o mesmo labirinto, enquanto as mulheres menstruadas levaram 29,6. As mulheres antes da ovulação ficaram completamente perdidas: precisaram de 83,5.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.