Estresse dificulta abandono do fumo

Os pesquisadores do Hillingdon Hospital acompanharam 550 fumantes durante sete semanas de um programa para parar de fumar. A conclusão é que os fumantes pensam erroneamente que o cigarro os ajuda a combater o estresse. Para os pesquisadores é importante que se ajude os fumantes a tratarem do estresse, como forma de facilitar o tratamento para que abandonem o vício. Durante a pesquisa, os fumantes receberam durante tratamento terapêutico uma combinação de nicotina e participaram de grupos de aconselhamento. De acordo com a médica Christina Chryssanthopoulou, líder da pesquisa, as pessoas que usavam o fumo como forma de amenizar o estresse obtiveram menos sucesso no tratamento para parar de fumar.?O estresse é uma das principais razões que levam as pessoas ao fumo?, disse a médica.?As pessoas se sentem estressadas e, então, fumam, mas a nocotina faz com que elas se sintam estressadas. É um círculo vicioso?, completou. As informações são da BBC Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.