Robson Fernandjes/Estadão
Robson Fernandjes/Estadão

'Estou aguardando que a lei seja cumprida', afirma Lula

Ex-presidente disse que pretende falar sobre o julgamento quando ele estiver terminado

Pedro Venceslau , O Estado de S. Paulo

18 de novembro de 2013 | 16h24

SÃO PAULO - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva insinuou nesta segunda-feira, 18, lei não está sendo cumprida no caso da prisão em regime fechado dos réus do mensalão. "Estou aguardando que a lei seja cumprida e, quem sabe, que eles fiquem em regime semiaberto" disse Lula, na saída de um evento na Universidade Zumbi dos Palmares, em São Paulo.

Advogados do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e do ex-presidente do PT José Genoino reclamam que a permanência de seus clientes no Complexo da Papuda é ilegal porque os mesmos foram condenados em regime semiaberto, onde o preso pode sair, entre às 6h e 18h para trabalhar e retorna para dormir.

Lula evitou, porém, fazer criticas diretas ao presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa, que determinou as detenções. "Não faço julgamento das questões da Suprema Corte."

Ainda segundo Lula, a nota divulgada pelo PT na última sexta-feira, 15, "condiz com a realidade do momento". O ex-chefe da Secretaria de Comunicação Social, Franklin Martins, que acompanhava Lula, foi mais enfático "quem julga também será julgado".

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) deixou a cerimônia antes do fim para embarcar para Brasília onde fará, no fim da tarde de desta segunda-feira, 18, uma visita ao deputado José Genoino, que passa por problemas de saúde. Segundo o senador, a visita será feita a pedido dos familiares de Genoino, já que a esposa, Rioco, e a filha, Miruna não têm tido contato com ele estariam preocupadas.

O ex-presidente do PT passou por uma cirurgia há duas semanas e seu estado de saúde inspira cuidados. Desde que se apresentou à Polícia Federal, na última sexta-feira, Genoino precisou de atendimento médico por duas vezes com crises de pressão arterial.

Tudo o que sabemos sobre:
mensalãoLulacondenados

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.