Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

‘Estado’, TV Cultura e YouTube promovem debate nesta segunda

Encontro será transmitido pela TV, internet e pela rádio Estadão ESPN, a partir das 21h15; além das perguntas dos jornalistas, candidatos vão responder questões enviadas por internautas

O Estado de S.Paulo

17 de setembro de 2012 | 03h07

Os oito principais candidatos à Prefeitura de São Paulo participam nesta segunda-feira, 17, às 21h15, de debate promovido pelo Grupo Estado, pela TV Cultura e pelo YouTube, no momento de maior acirramento dos confrontos na batalha por uma vaga no segundo turno.

Nos últimos dias, os candidatos do PSDB e do PT, José Serra e Fernando Haddad, ampliaram a frequência e a intensidade dos ataques mútuos - ambos estão empatados tecnicamente em segundo lugar, segundo a última pesquisa Ibope.

Líder isolado na disputa, Celso Russomanno (PRB) começa a receber críticas não apenas dos adversários: a Arquidiocese de São Paulo o atacou indiretamente por causa de um texto escrito por seu coordenador de campanha, que, segundo os católicos, incitaria a intolerância religiosa.

O debate terá transmissão simultânea pela TV Cultura, pela internet (YouTube e portal estadão.com.br) e pela rádio Estadão ESPN. O formato do programa privilegia a interatividade e a participação dos eleitores - oito perguntas enviadas pelo YouTube vão ser respondidas pelos candidatos, no início do programa.

"As novas ferramentas de interatividade são um estímulo a mais para a participação do público jovem no debate eleitoral", diz o diretor de Conteúdo do Grupo Estado, Ricardo Gandour. "Para usar bem o direito de votar e escolher nossos governantes, é importante termos acesso a informações, interagir com aqueles que querem legislar", afirma o diretor de Conteúdo do YouTube, Álvaro Paes de Barros.

"A data do debate pode torná-lo decisivo na definição do segundo turno, à medida que estamos muito próximos da eleição", diz o vice-presidente de Conteúdo da TV Cultura, Fernando Vieira de Mello.

Além de se manifestar sobre aspectos levantados pelos internautas, os candidatos serão questionados por jornalistas do Estado em Brasília e em Nova York via Hangout, ferramenta de videoconferência do Google+, e do estúdio da TV Cultura. Em outros dois blocos, os candidatos vão fazer perguntas entre si.

O internauta pode acompanhar também pelo minuto a minuto do blog Radar Político, pelo Twitter e pelo Facebook.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.