Estado de saúde de Covas ainda é grave

Permanece muito grave o estado de saúde do governador licenciado de São Paulo, Mário Covas, internado no Instituto do Coração (Incor) desde o último domingo, com um quadro de infecção. A equipe médica está usando antibióticos de 4ª geração, que são os mais potentes, para tentar controlar o processo infeccioso generalizado. Mas, de acordo com a avaliação médica, o quadro clínico geral caminha para a insuficiência múltipla dos órgãos.A madrugada de hoje foi tranqüila e Covas conseguiu urinar sem auxílio de sonda. A equipe médica, no entanto, avalia a possibilidade de realizar uma hemodiálise. A medida será adotada caso os rins deixem de funcionar - uma das conseqüências da falência dos órgãos. Nesse caso, o processo infeccioso seria acelerado. Alguns secretários estaduais e políticos do PSDB já estão no Incor.Agora pela manhã, o deputado estadual Walter Feldman, futuro presidente da Assembléia Legislativa, os secretários José Anibal (Ciência e Tecnologia), João Carlos Meirelles (Agricultura) e Edson Vismona (Justiça), e o presidente municipal do partido, João Câmara, visitam Covas. O boletim médico será divulgado por volta do meio-dia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.