Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

‘Estadão’ premia os melhores do ano

Confira os trabalhos jornalísticos mais importantes feitos em 2015 por profissionais do ‘Estado’ e da ‘Agência Estado’

O Estado de S.Paulo

20 de dezembro de 2015 | 03h00

O Grupo Estado premiou no dia 3 os melhores trabalhos jornalísticos de 2015. A série Perigosas Pedaladas, sobre manobras fiscais do governo Dilma Rousseff, venceu a categoria Reportagem da 15.ª edição do Prêmio Estadão de Jornalismo. Em Reportagem Especial, o primeiro lugar ficou com a série Farra do Fies.

No 9.º Prêmio Destaque da Agência Estado, A crise da Petrobrás em meio à Lava Jato venceu a categoria Reportagem do Ano. A mudança na mistura do etanol na gasolina ganhou em Reportagem Agronegócio e Cem dias do governo Dilma, como Reportagem de Política. Compra do HSBC pelo Bradesco foi a melhor reportagem de Negócios. Premiada na categoria Integração, Aline Bronzati também venceu em Reportagem de Macro, por A meta fiscal enterrada.

Em um ano pautado por ações da Operação Lava Jato, o prêmio de Fotografia ficou com Dida Sampaio, pela imagem de Dilma passando de bicicleta perto do Lava Jato Planalto, em Brasília. Uma entrevista feita durante horas de pedalada com a presidente também rendeu o primeiro lugar em Perfis e Entrevistas à repórter Tania Monteiro.

A cobertura da Lava Jato e de outros temas de Justiça e Política garantiu prêmio especial ao blog de Fausto Macedo, feito em colaboração com outros jornalistas do grupo. Os blogs de Ruth Manus, Rita Lisauskas e Marcelo Rubens Paiva ganharam o 1.º, 2.º e 3.º lugar, respectivamente.

Em Edição Multimídia, ganhou A Redescoberta de Santos-Dumont, que reuniu textos, fotos, vídeos, áudio, animações em 3D e jogo. O melhor vídeo do ano foi Rota 66: A Confissão. Participantes do 5.º Curso Estado de Jornalismo Econômico faturaram o primeiro prêmio da categoria Serviços, pelo Guia da Saúde Financeira. O especial Rio 2016: O Legado Olímpico, feito por 19 profissionais da editoria de Arte e da sucursal do Rio, venceu Diagramação/ Infografia.

Esso, Vladimir Herzog e prêmio em NY. O Grupo Estado ganhou vários prêmios importantes neste ano. No mais tradicional do Brasil - o Exxon Mobil, antigo Esso -, o jornal venceu em três categorias. A principal ficou com a série Farra do Fies, a Regional Sudeste com Favela Amazônia e a Fotografia com Lava Jato Planalto, de Dida Sampaio.

Com reportagem de Leonencio Nossa e fotos de Dida Sampaio, Favela Amazônia também ganhou o Prêmio Vladimir Herzog, assim como o especial Rota 66: A Confissão, de Marcelo Godoy. Com seu livro A Casa da Vovó - Uma Biografia do DOI-Codi (1969-1991), O Centro de Sequestro, Tortura e Morte da Ditadura Militar (Editora Alameda), Godoy ganhou ainda o Prêmio Jabuti 2015. Outros profissionais do grupo também conquistaram prêmios individuais, como Celso Ming e José Paulo Kupfer. Em Nova York, a nova versão do Estadão para celular e tablet recebeu o UX Awards.

Na área gráfica, o Estado ganhou dois prêmios no Best of News Design, considerado o Oscar do design. Um pela infografia da final da Copa de 2014 e outro pelo caderno especial sobre o acidente que matou o presidenciável Eduardo Campos. Veja abaixo lista dos prêmios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.