Esquerda do PT prepara campanha contra aliança com PL

A intenção de líderes do PT de levar adiante uma aliança com o Partido Liberal, fazendo do senador José Alencar (PL-MG) o vice da chapa presidencial de Luiz Inácio Lula da Silva, começa a esbarrar em resistências mais concretas. Uma delas será uma campanha nacional contra a aliança, a ser lançada nesta sexta-feira no Rio, por grupos da ?esquerda? petista e com apoio de militantes de outros Estados.O objetivo é influenciar na decisão do Diretório Nacional do PT, que discutirá a aliança em sua próxima reunião. Outro desafio nasce do próprio Partido Liberal. O pré-candidato ao governo paulista, Francisco Rossi, deixou claro nesta quinta-feira, em São Paulo, que gostaria de apoiar a candidatura presidencial do governador Anthony Garotinho, pelo PSB do Rio.Dúvida?Eu e Garotinho somos muito amigos, participamos da mesma entidade, a Associação de Homens de Negócio do Evangelho Pleno?, diz Rossi. ?Imagino que tenha liberdade para apoiá-lo.? Mas ele tem uma dúvida: um eventual apoio ao nome de Lula não está descartado ? afinal, o próprio Garotinho o surpreendeu ao apoiar em São Paulo a candidatura de Luiza Erundina, pelo PSB. A campanha anti-PL organizada no Rio deverá tomar corpo em um encontro marcado para 4 de março, com a presença do ex-prefeito de Porto Alegre Raul Pont e do prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues. O grupo calcula contar, no momento, com 35% do diretório nacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.