Esposa de Garotinho sofre acidente, mas passa bem

A primeira-dama e secretária de Ação Social do Estado do Rio de Janeiro, Rosângela Matheus, a Rosinha, sofreu um acidente esta tarde, na Rodovia Rio-Santos, quando ia para Angra dos Reis, na região sul do Estado. Segundo a assessoria de imprensa do Palácio Guanabara, a esposa do governador Anthony Garotinho (PSB) está bem e não corre risco de vida, mas sente dores nas costas, ombros e cabeça. Por isso, será submetida a um exame de tomografia computadorizada, no Hospital Costa Verde, onde está sob observação.Durante a intensa chuva que atingiu o Rio hoje, o carro de Rosinha foi atingido na traseira por um veículo responsável pela sua segurança, que derrapou. A primeira-dama viajava acompanhada por sua filha mais velha, Clarissa, e mais três pessoas, que passam bem.Ao saber da notícia do acidente, Garotinho cancelou a reunião que teria hoje com lideranças políticas, comunitárias e líderes do PSB, em Varginha, Minas Gerais, e retormou ao Rio."Sei que está tudo bem. Falei com a Rosinha pelo telefone e não há nenhum risco. Já estou voltando para ficar ao lado dela", disse.Na manhã do dia 9 de setembro de 1994, Garotinho sofreu um grave acidente de carro que o levou a se converter à religião protestante. Na ocasião, ele estava em campanha eleitoral para o governo do Estado e trafegava pela Rodovia Presidente Dutra, na altura de Piraí, Km 215, quando seu carro foi fechado por um caminhão e capotou. Acompanhado por sua assessora de imprensa, Ana Paula Costa, o governador teve seu corpo lançado para fora do veículo. Garotinho sofreu fratura múltiplas no braço direito e traumatismo no tórax e foi submetido a uma cirurgia que durou 4h30.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.