Esforço concentrado na Câmara fracassa já no primeiro dia

Fracassou o primeiro dia de esforço concentrado na Câmara dos Deputados. O PT e os partidos da base aliada governista, temendo derrota na apreciação da medida provisória (MP) que reajusta as aposentadorias e pensões de valor superior a um salário mínimo, obstruíram a votação.Originalmente, a MP propõe reajuste de 5% para os benefícios pagos a esses aposentados e pensionistas pela Previdência Social. O que os governistas temiam era que entrasse em votação e fosse aprovado o índice de reajuste de 16,67% proposto pela oposição.Para que a MP fosse votada, o quórum mínimo necessário era de 257 deputados. Haviam registrado presença 346 deputados, mas, como apenas 184 deles votaram, a sessão foi encerrada.A votação deverá ser retomada nesta quarta-feira, 02.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.