Escolta frustra assalto à família do presidente do TJ-SP

Suspeitos abordaram carro onde estava a filha de 4 anos e a irmã de Ivan Sartori, mas não perceberam que veículo era escoltado por agentes da PM

Gheisa Lessa - Central de Notícias

02 de julho de 2012 | 14h03

A irmã do presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), Ivan Sartori, sofreu uma tentativa de assalto na noite desse domingo, 1º, na região do Sacomã, na zona sul de São Paulo. A irmã do desembargador estava acompanhada da filha de Sartori, de 4 anos.

A Polícia Civil afirma que seis suspeitos abordaram o carro do Tribunal de Justiça, onde estavam a filha de 4 anos do desembargador, acompanhada de sua tia, por volta das 20h30. Os assaltantes, no entanto, não perceberam que o veículo era escoltado por agentes da Polícia Militar. A escolta do veículo notou a tentativa de assalto e reagiu.

Houve troca de tiros, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), e os assaltantes fugiram a pé. A escolta afirmou que um dos homens havia sido baleado e, durante a busca da PM, um suspeito foi reconhecido no Pronto Socorro do Ipiranga, com um tiro na perna.

O homem baleado foi socorrido e levado ao Distrito Policial onde o caso estava sendo registrado e foi reconhecido. O homem está detido no Centro de Detenção Provisória de Guarulhos. Os agentes civis do 83º Distrito Policial estão efetuando buscas, nesta segunda, com o objetivo de encontrar os outros cinco assaltantes. Os familiares do desembargador Ivan Sartori não ficaram feridos.

Tudo o que sabemos sobre:
violênciaIvan SartoriassaltoTJ-SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.