Escolha do vice deve ficar para depois das convenções, diz Aécio

Previsão do PSDB era anunciar nome da chapa tucana na próxima semana, mas definição de alianças pode atrasar anúncio

Erich Decat, Agência Estado

05 Junho 2014 | 16h08

Brasília - Prevista inicialmente para ocorrer até o próximo dia 14, quando ocorre a convenção nacional do PSDB, a escolha do vice na chapa do pré-candidato do partido à Presidência da República, Aécio Neves, deve ser adiada. Em conversa com o Broadcast Político, nesta quinta-feira, 5, Aécio considerou que não há nenhuma obrigação legal de se chegar ao dia do encontro do partido com o nome do vice definido. "Acho que o momento é de aguardar algumas definições.

A escolha deve ficar para depois da convenção", afirmou. De acordo com a Lei Eleitoral, as chapas tanto no âmbito nacional quanto no estadual devem ser oficializadas até o próximo dia 30.

O possível adiamento na escolha do vice na chapa majoritária do PSDB se deve em razão de alguns partidos da base aliada estarem travando disputas internas e ainda não terem oficializado apoio à candidatura à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). Entre os aliados de Dilma que estão nessa situação de racha está o PR. Apesar de o presidente da legenda, senador Alfredo Nascimento (AM), apoiar a aliança nacional com o PT, uma parte da bancada da Câmara defende aliança com Aécio e uma minoria também sinaliza apoio à candidatura de Eduardo Campos (PSB). "O resultado da convenção do partido ainda está indefinido. Mas estamos conversando", afirmou Nascimento.

A cúpula do PSDB também vem acompanhando de perto as movimentações do presidente do PSD, Gilberto Kassab, em constantes negociações com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que tentará a reeleição. A possibilidade de o PSD migrar para uma chapa nacional do PSDB é considerada por parte dos tucanos como pouco provável, mas não impossível.

Mais conteúdo sobre:
Eleições 2014 Aécio

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.