Escolas que vão mal no provão perdem bolsas

Os universitários matriculados em faculdades que tiverem nota baixa no Exame Nacional de Cursos (o ?provão?) não têm direito de se inscrever no Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies). Os ministros da 1ª Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negaram pedido da estudante Giselle Lopes Castello contra portaria do ministro da Educação, Paulo Renato Souza, que previu o impedimento.Filha de um operador de máquinas, Giselle mora na Baixada Fluminense e estuda Direito no Centro Universitário Augusto Motta, que teve conceito ?E? no provão, durante os últimos três anos. A estudante paga R$ 360,15 de mensalidade, valor alto para as condições financeiras da família.Os ministros concluíram que o financiamento somente pode ser dado mediante bons resultados da faculdade no Exame Nacional de Cursos. "O financiamento só poderia ser consolidado se a instituição, por intermédio da melhoria dos resultados, voltasse a ser novamente merecedora do benefício", concluiu o STJ, com base em parecer do Ministério Público Federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.