Escola particular está livre de taxa do Enem

Alunos de escolas particulares serão dispensados este ano do pagamento da taxa de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no valor de R$ 32,00. Para ter direito à isenção, que beneficiará também toda a rede pública, concluintes do 2.º grau na rede privada deverão apresentar atestado de carência assinado pelo dirigente da instituição de ensino. A gratuidade valerá ainda para quem já concluiu o ensino médio, desde que se declare carente, e para os aprovados em supletivo no último ano. As regras relativas à gratuidade foram estabelecidas na última sexta-feira, em portaria do Ministério da Educação (MEC). As inscrições deverão ser feitas na segunda quinzena de abril, nas agências dos Correios. A prova será aplicada no dia 26 de agosto, em 248 municípios, incluindo todas as capitais. O MEC estima que a quarta edição do exame terá 800 mil participantes - mais do que o dobro no ano passado.Até o fim do mês, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), órgão responsável pelo Enem, vai enviar às 21 mil escolas de ensino médio no País os modelos de declaração de carência. Na rede pública, o formulário servirá para atestar que o estudante está matriculado no último ano do 2.º grau em estabelecimento público. Na rede particular, o dirigente da instituição deverá garantir que se trata de estudante carente. O resultado do exame já conta pontos no vestibular de 200 instituições de ensino superior.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.