Erenice jogou fora chance de ser uma grande funcionária pública, diz Lula

Presidente disse não acreditar que episódio possa ter impacto sobre o resultado da eleição

Equipe AE,

23 de setembro de 2010 | 13h27

SÃO PAULO - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que a ex-ministra-chefe da Casa Civil Erenice Guerra "jogou fora uma chance extraordinária de ser uma grande funcionária pública deste País", na segunda parte da entrevista exclusiva ao portal Terra. Sobre José Serra (PSDB), adversário de sua candidata Dilma Rousseff (PT) nessa eleição presidencial, Lula comentou: "Está hoje na situação em que eu estive nas duas eleições que perdi", destacando que foi muito difícil ser um candidato contra o Plano Real, em 1994.

 

Veja também:

link Lula diz que imprensa deveria assumir que tem candidato

 

Apesar da afirmação contra a ex-chefe da Casa Civil, Lula afirmou que as denúncias precisam ser investigadas e disse não acreditar que este episódio possa ter algum impacto no resultado das eleições presidenciais, cuja liderança é de Dilma Rousseff, segundo as pesquisas de intenção de voto. De acordo com o presidente, o povo percebe se essas denúncias estão sendo manipuladas eleitoralmente e percebe também se são verdadeiras. "O povo aprendeu a julgar, isso é uma coisa interessante."

 

Sobre as críticas da oposição ao seu governo, Lula disse que eles deveriam ficar felizes porque sua gestão ampliou o crédito. "Quando eu deixar a presidência não ficará um bando de miseráveis como eles largaram para mim, mas ficarão milhões de brasileiros que estão ascendendo na sua vida social, na possibilidade de emprego." E alfinetou: "Essas pessoas que são oposição hoje não estavam habituadas a fazer oposição. Tinha alguns que fizeram muito atrás. Já faz tempo que o Serra fez oposição, foi em 1970."

 

Na entrevista ao portal Terra, Lula falou também do papel "extraordinário" da internet, mas fez ponderou a respeito do microblog Twitter. "Eu acho que o Twitter é uma escravização. Tem gente que acorda duas horas da manhã para ficar tuitando. Tem gente que levanta para falar: ai, acordei, perdi o sono. O que eu tenho a ver com isso? Vai dormir, pô!"

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.