INSTAGRAM/CARLOS BOLSONARO
INSTAGRAM/CARLOS BOLSONARO

Equipe médica adota alimentação cremosa na dieta de Bolsonaro

Sem febre ou dor, presidente vai deixarde se alimentar apenas por líquidos e jantar creme de mandioquinha neste sábado

Pedro Venceslau, O Estado de S. Paulo

14 de setembro de 2019 | 19h55

O médico Antonio Luiz Macedo, cirurgião-chefe que comanda a equipe que atende Jair Bolsonaro no Hospital Vila Nova Star, disse neste sábado, 14, aos jornalistas que vai introduzir hoje alimentação cremosa na dieta do presidente. 

Segundo o médico, Bolsonaro está "bem, sem febre, sem dor e alegre". O presidente vai deixar a dieta líquida e jantar creme de mandioquinha neste sábado. Segundo Macedo, o objetivo é que Bolsonaro consuma 2.000 calorias por dia.

O presidente passou o dia com familiares e assistiu à partida entre Palmeiras e Cruzeiro na TV. Mais cedo, Bolsoanro apresentou um quadro de melhora e chegou a cogitar ver o jogo no estádio, mas foi proibido pela equipe médica. A expectativa é que o presidente tenha alta na próxima terça-feira. 

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Sales, foi ao hospital e ficou 13 minutos. Saiu sem falar com a imprensa. A assessoria da Presidência da República não confirma se o presidente e o ministro se encontraram.

Bolsonaro está há uma semana no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, onde se recupera da cirurgia para correção de uma hérnia incisional. É o quarto procedimento pelo qual o presidente passou após o atentado a facada da qual foi vítima em setembro de 2018, em Juiz de Fora (MG).  

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    Jair Bolsonaro

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.