'Época': pesquisa mostra que 75% apoiam atos

Pesquisa feita encomendada pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT) ao Ibope, citada pela revista "Época", aponta que 75% dos entrevistados apoiam as manifestações no País e que 6% foram aos protestos realizados nas últimas duas semanas. No entanto, segundo o levantamento, feito entre quarta-feira (19) e quinta-feira (20), 71% dos entrevistados e 69% entre os que são favoráveis às manifestações estão satisfeitos ou muito satisfeitos com as condições de vida.

GUSTAVO PORTO, Agência Estado

22 Junho 2013 | 13h57

O transporte público é o principal motivo dos protestos, com 77% de menções, seguido pelos políticos, com 47% e a corrupção, com 32% de citações. No entanto, a saúde, com 78% de citações, segue com o maior problema do País, de acordo com a pesquisa CNT/Ibope. Segundo a "Época", foram ouvidas 1.008 pessoas em 79 municípios de todos os estados brasileiros.

O levantamento sugeriu que os entrevistados dessem notas em escalas de 0 e 6, de 7 a 8 e de 9 a 10 para a presidente Dilma Rousseff e para diversos cargos públicos no País, sem nominá-los. Dilma teve o melhor desempenho e recebeu notas de 0 a 6 de 54% dos entrevistados e de 7 a 10 dos 46% restantes, de acordo com a revista. Os vereadores, deputados e senadores foram os que obtiveram as piores notas, com entre 77% e 78% de 0 a 6.

A pesquisa divulgada pela "Época" revelou que 40% dos entrevistados apoiam a Copa das Confederações no Brasil, 28% apoiam em parte e 31% não apoiam a competição. Já a Copa de 2014 não tem o apoio de 29% dos brasileiros, mas 27% a apoiam em parte e 47% apoiam totalmente o torneio.

Mais conteúdo sobre:
Protestos Brasil pesquisa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.