Epidemia de conjuntivite se enfraquece no Rio

A epidemia de conjuntivite que atinge oRio deu sinais de enfraquecimento. A doença atingiu seu ápice entre os dias 23 e 30 de abril, quando 15.324 pessoas procuraram os postos de saúde municipais.Na primeira semana de maio, esse número caiu para 7.582. Desde o início do ano, 44.650 pessoas foram atendidas no sistema público de saúde com os sintomas da doença ? ardor nos olhos, fotofobia, inchaço, vermelhidão e secreção.A Secretaria Municipal de Saúde já havia previsto a queda nos números da epidemia para essa semana. Em março, 4.817pessoas haviam contraído a doença, numa média de 1.200 casos por semana. Mas somente entre 10 e 16 de abril, o número deregistros subiu para 4.088. Na semana seguinte, foram 8.712 atendimentos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.