Entidade cobra aprovação de política de inteligência

A Associação Nacional dos Oficiais de Inteligência (Aofi) divulgou nota cobrando a aprovação de uma política nacional de inteligência. Segundo a associação, é preciso definir mais claramente as atribuições da inteligência de Estado. "Os válidos questionamentos feitos na imprensa acontecem, em parte, porque nenhum dos governos democráticos aprovou política nacional de inteligência que deixasse explícitas as atribuições da Abin e dos demais órgãos que atuam na Inteligência", diz a nota.

ALANA RIZZO, Agência Estado

05 Abril 2013 | 17h25

Conforme revelou o jornal O Estado de S. Paulo, o governo montou uma operação para monitorar o movimento sindical em Suape (PE), principal ponto de tensão entre a presidente Dilma Rousseff e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). A vigilância começou ao mesmo tempo em que Campos, possível candidato à Presidência em 2014, passou a liderar a oposição política à MP do Portos que, entre outras mudanças, retira dos Estados a autonomia de realizar licitações de novos terminais de carga.

Mais conteúdo sobre:
política inteligência Aofi

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.