GABRIELA BILÓ / ESTADÃO
GABRIELA BILÓ / ESTADÃO

Entenda o que é e quais os sintomas da pneumonite alérgica, que levou Toffoli ao hospital

Segundo especialistas, termo é por vezes utilizado para identificar a pneumonite por hipersensibilidade, quando o tecido pulmonar se inflama em decorrência da exposição a algum fator externo, como mofo ou poeira

Fernanda Boldrin, O Estado de S.Paulo

10 de agosto de 2020 | 12h47

No domingo, 9, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, foi internado no Hospital DFStar, em Brasília. A assessoria de comunicação da Corte informou que Toffoli teve pneumonite alérgica, mas que passa bem e deve seguir trabalhando, sem ficar de licença médica.

O que é "pneumonite alérgica"

Segundo especialistas ouvidos pelo Estadão, “pneumonite alérgica” é um termo genérico, que não equivale a um diagnóstico específico da medicina. O que mais se aproximaria deste termo, afirmam, seria a chamada “pneumonite por hipersensibilidade”, quando o tecido pulmonar se inflama em decorrência da exposição a algum fator externo, como mofo ou poeira, por exemplo. 

“Qualquer inflamação no tecido pulmonar é classificada como pneumonite”, explica o pneumologista e professor da Faculdade de Medicina da Santa Casa de São Paulo Roberto Stirbulov. Segundo ele, o termo "pneumonite alérgica", utilizado para descrever a situação de Toffoli, não é usual, mas sugere que a inflamação provavelmente foi causada por fatores externos, e não por causas infecciosas. 

O pneumologista e professor da Faculdade de Medicina de Jundiaí Eduardo Leme concorda. “Pneumonite alérgica não é uma classificação específica, mas é um termo por vezes utilizado para identificar o que os médicos chamam de pneumonite por hipersensibilidade”, afirma Leme. 

Qual a gravidade?

Médicos apontam que casos de pneumonite por hipersensibilidade não costumam ser graves. “Na grande maioria das vezes é um processo leve, que responde muito bem à cortisona”, diz Eduardo Leme. 

Stirbulov diz que, “em geral, o tratamento é simples; 95% dos casos vão muito bem, você dá anti-inflamatório e resolve o problema”. O médico pondera que a situação pode se agravar nos casos em que o paciente teve uma exposição muito grande ao fator externo que causou a inflamação, como inalar fumaça de um incêndio, por exemplo, ou quando a exposição do indivíduo a esse fator é repetida diversas vezes, como quando o indivíduo trabalha em alguma função que o deixa em contato constante com os fatores que causam a inflamação. 

Quais são os sintomas?

Entre os sintomas mais citados pelos especialistas no caso de pneumonite por hipersensibilidade estão a falta de ar e a tosse seca. Os médicos também apontam a possibilidade de o paciente ter chiado no peito, sentir aperto no peito ou ter febre, entre outros. 

“Quando uma pessoa aparece com sintomas agudos, o médico faz uma série de hipóteses sobre o que o indivíduo pode ter”, diz Roberto Stirbulov. “Hoje, para o indivíduo que tem falta de ar aguda, você tem que colocar covid-19 entre as hipóteses”, afirma o médico. 

O presidente do STF chegou a fazer o exame para o novo coronavírus, mas o resultado foi negativo, segundo informou a assessoria de comunicação da Corte.

Em maio, Toffoli passou por uma cirurgia para retirada de um abscesso e ficou internado para monitoramento após apresentar sintomas de covid. Na ocasião, o teste também deu negativo. Em julho, o presidente do STF precisou  se submeter a exames após bater a cabeça em um acidente doméstico.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.