Entenda o nome da Operação Satiagraha, que prendeu Dantas

Termo que dá nome à operação foi utilizado por Gandhi durante revolução pacifista na Índia

da Redação, estadao.com.br

08 de julho de 2008 | 11h45

O nome escolhido pela Polícia Federal para a operação que resultou na prisão do banqueiro Daniel Dantas, do investidor Naji Nahas e do ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta se inspirou na história política da Índia. Satiagraha é o termo usado pelo pacifista indiano Mahatma Gandhi durante sua campanha pela independência da Índia.   Veja também:  Os 40 do mensalão Imagens da Operação Satiagraha Opine sobre a prisão de Dantas, Nahas e Pitta  Daniel Dantas, pivô da maior disputa societária do Brasil Delegado que prendeu Dantas atuou em outros escândalos As ações da Polícia Federal no governo Lula Defesa diz que Dantas foi preso por vingança Mandados de prisão atingem familiares e funcionários de Dantas   Em sânscrito, 'Satya' significa 'verdade'. Já 'agraha' quer dizer 'firmeza'. Assim, Satyagraha é a 'firmeza na verdade', ou 'firmeza da verdade'. Gandhi foi um dos idealizadores e fundadores do moderno Estado indiano e um influente defensor do Satiagraha (princípio da não-agressão, forma não-violenta de protesto) como um meio de revolução.   Satiagraha também é freqüentemente traduzido como "o caminho da verdade" ou "a busca da verdade". Historicamente, a atuação de Gandhi e seus conceitos também inspiraram gerações de ativistas democráticos e anti-racistas, como Martin Luther King e Nelson Mandela.

Tudo o que sabemos sobre:
Daniel DantasOperação SatiagrahaPF

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.