Engenheiro sugeriu que Nasa procurasse ajuda antes da tragédia

O New York Times desta sexta-feira revelou que um engenheiro de estrutura do Jonhson Space Center alertou a seus superiores que ele e outros colegas tinham ?grandes incertezas? sobre os danos causados a estrutura da Columbia.Segundo o jornal novaiorquino o engenheiro Alan P. Rocha pediu, em uma mensagem de 21 de janeiro, que a Nasa "implorasse" para que outras agências espaciais deslocassem satélites para uma órbita próxima ao do Columbia para fotografar a área danificada.Rocha justifica que sem as imagens ficaria impossível realizar um ajuste no plano de reentrada na atmosfera terrestre. Este trecho do e-mail é o primeiro a sugerir que o corpo de engenheiros previa a necessidade de alterar a reentrada do Columbia devido aos danos na asa esquerda.A mensagem também indica que alguns profissionais da Nasa consideravam um plano de resgate para o Columbia como o ocorrido com a Apolo 13, em 1970.A mensagem de Rocha foi aparentemente descartada, como outros e-mails sobre a situação delicada do vôo da Columbia. Os superiores preferiram levar em consideração um relatório da Boeing afirmando que os fragmentos que se soltaram do tanque de combustível, 81 segundos após o lançamento, não causaram danos estruturais às proteções térmicas do ônibus.VEJA O ESPECIAL

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.