Enfermeiras não comparecem a depoimento no RJ

As enfermeiras e auxiliares de enfermagem suspeitas de terem trocado o antiinflamatório Cortisonal pelo anestésico Succinil Colin, provocando a morte de cinco bebês do Hospital Municipal Salgado Filho, não compareceram ao depoimento marcado para ocorrer na Delegacia de Repressão a Crimes contra a Saúde Pública. O advogado Airton Brasil Martins, disse que elas estavam "psicologicamente abaladas". Novo depoimento foi marcado para segunda-feira.A direção do Hospital Universitário Pedro Ernesto pediu que a Vigilância Sanitária vistoriasse o depósito de medicamentos da instituição, depois que um funcionário encontrou um frasco do Succinil numa embalagem unitária do Cortisonal. A vistoria não encontrou nenhuma outra irregularidade. A nota divulgada pelo hospital informa que há 10 dias não morrem bebês no local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.