Energia: ministério avalia possível racionamento

O ministro de Minas e Energia, José Jorge, disse há pouco que o Ministério está aguardando o parecer técnico do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para decidir sobre a necessidade de se tomar ou não medidas de racionamento. Ao divulgar o prognóstico para o outono, esta manhã, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informou que as chuvas da estação não serão suficientes para normalizar o nível das barragens.Segundo o ONS, seria necessário que os reservatórios alcançassem, até o final de abril, 50% de sua capacidade para que não houvesse problemas de abastecimento de energia elétrica. Até o fim da semana passada, o nível dos reservatórios da região Sudeste, onde estão concentrados os maiores problemas de abastecimento, estava em 34%.O ministro confirmou a reunião de amanhã com o presidente do ONS, Mário Santos, e disse que provavelmente na quinta-feira vai se reunir com o diretor-geral da Aneel, José Mário Abdo. "Esta semana vamos conversar com o ONS e com a Aneel para ter uma posição técnica. Antes dessas reuniões não dá para dizer o que vai ser feito", afirmou. O ministro disse que ainda não é possível determinar um prazo para que essas medidas sejam tomadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.