Encontro é gesto de aproximação do PMDB ao governo, diz Renan

O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros, disse hoje que o almoço entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e as bancadas do partido é um gesto de aproximação do PMDB ao governo. Ele ressaltou, no entanto, que essa aproximação terá como objetivo final a participação na base governista. "Defendo que isso aconteça o mais rapidamente possível", afirmou. Para Renan Calheiros, essa participação na base só pode ser considerada se houver divisão de tarefas e responsabilidade. "Por enquanto, é só aproximação", afirmou. Ele anunciou que a bancada do Senado receberá novas filiações, podendo crescer de 21 senadores para até 25. Ele não revelou, contudo, os nomes desses parlamentares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.