Encontro de Lula e líderes do MST começa com descontração

O encontro entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e lideranças dos Sem-Terra começou com descontração, segundo testemunharam fotógrafos e cinegrafistas que puderam registrar seu início. Segundo relato deles, Lula abriu um pacote de biscoitos que recebeu de presente do MST, experimentou um e colocou outros na boca de dois líderes do MST e, por alguns segundos, colocou na cabeça um boné que também recebera de presente. Ao presentear o presidente com uma bola de couro confeccionada por alunos de uma escola de Veranópolis (RS), Ênio Bohnenberger, um dos líderes do MST disse que o gesto continha o propósito de "construir um time juntos". Lula então pediu ao sem-terra que fizesse umas "embaixadinhas" com a bola, sendo prontamente atendido. Lula aplaudiu a performance e disse não poder fazer o mesmo por causa do protocolo.Nesse momento, o mesmo líder do MST disse que o momento era propício para fazer a reforma agrária. "O senhor está com a bola cheia, e temos de aproveitar o momento para escalar o time da reforma agrária", disse. "Vamos colocar o senhor como centro-avante e, pela esquerda, o ministro do Desenvolvimento Agrário (Miguel Rossetto). Mas não sei, pelo aspecto político, pela direita..., o Palocci", acrescentou, referindo-se ao ministro da Fazenda, Antônio Palocci, que não participa da reunião. Essa observação provocou risos dos presentes. Lula ainda brincou: "E o José Dirceu?" "Meia-esquerda", respondeu o sem-terra. O presidente, então, pegou a bola da mão dele. "Me dá logo essa bola", disse. Em seguida, apanhou um boné do MST e o colocou sobre a bola, dando início ao encontro; os fotógrafos e cinegrafistas foram levados para fora do gabinete. Da reunião participam, além dos ministros do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto, da Casa Civil, José Dirceu, e da Secretaria-Geral da Presidência, Luiz Dulci, também os líderes do governoo na Câmara, deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP); no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP), e no Congressso, senador Amir Lando (PMDB-RO). Entre outros líderes do MST, estão presentes João Pedro Stedile, Gilmar Mauro e João Paulo Rodrigues. José Rainha Júnior não participa, segundo os líderes, porque participa da liderança nacional. Segundo eles, todos os Estados estão representados.

Agencia Estado,

02 de julho de 2003 | 12h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.