Encontro de Lula com Temer tenta atrair PMDB em bloco

Em mais uma tentativa de formar o novo ministério, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva reúne-se nesta quarta-feira com o presidente do PMDB, deputado Michel Temer, e também com as bancadas do PTB e do PV na Câmara.Lula já condicionou o aumento da participação do PMDB na Esplanada à unificação de todas as alas do partido. Temer é do grupo oposicionista, mas já deu sinais de que pode ser um aliado, a depender do tratamento recebido do Palácio do Planalto, segundo apurou o Estado.Nas fileiras do PTB, já se sabe que o partido continuará com a pasta do Turismo, comandado por Walfrido Mares Guia, e não terá seu quinhão ampliado. Lula escolheu a bancada para iniciar as conversas sobre a coalizão porque o presidente da sigla, Roberto Jefferson, foi quem denunciou o escândalo do mensalão.Aos petistas que reclamam da aliança no segundo mandato, o presidente diz que Walfrido não representa Jefferson. Ainda nesta quarta, Lula receberá parlamentares do oposicionista PV.O presidente vai almoçar com governadores aliados na quinta, às 12h30, no hotel Blue Tree Park, em Brasília. Os organizadores do encontro são os governadores eleitos da Bahia, Jaques Wagner (PT), de Sergipe, Marcelo Déda (PT), além dos reeleitos Blairo Maggi (PPS), de Mato Grosso, e Wellington Dias (PT), do Piauí. Até o início da noite de terça, 20 dos 27 eleitos haviam manifestado interesse em participar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.