Encontro de Lula com Sarney deve ficar para amanhã

O encontro do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), deve ficar para amanhã. Antes de falar com o peemedebista, Lula quer enquadrar o PT em jantar com a bancada dos senadores marcada para hoje à noite. A preocupação do governo é preparar terreno para a conversa com Sarney, uma vez que o senador já comunicou ao governo que só ficará na presidência da Casa "se tiver tropa". Ele quer a garantia do apoio dos petistas.

CHRISTIANE SAMARCO, Agencia Estado

02 de julho de 2009 | 13h57

Sarney está sendo pressionado a deixar o comando do Senado após reportagens do jornal O Estado de S. Paulo o denunciarem como um dos parlamentares citados entre os que teriam parentes beneficiados por meio de atos secretos. A pressão sobre o peemedebista cresceu após José Adriano Cordeiro Sarney, neto dele, virar alvo de investigação da Polícia Federal (PF) por ser um dos operadores do esquema de crédito consignado na Casa.

Tudo o que sabemos sobre:
SenadoJosé SarneyLulaPT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.