Empresas doarão 100 mil calçados para carentes nordestinos

Mais de 100 mil crianças pobres do semi-árido nordestino vão ganhar calçados novos. Um grupo de empresários de Birigui, cidade a 500 km de São Paulo, informou ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Palácio do Planalto, que o setor doará sapatos e tênis infantis para famílias de baixa renda de municípios do Ceará, Paraíba, Piauí e Sergipe. Ao olhar a lista das 16 cidades que seriam beneficiadas, o presidente reclamou da ausência de Garanhuns e Caetés, em Pernambuco. "Talvez nessas cidades haja algum parente meu descalço", brincou Lula. Ele nasceu em 1945 em Caetés, então distrito de Garanhuns. O presidente do Sindicato das Indústrias do Calçado e Vestuário de Birigui, Samir Nakad, prometeu atender ao pedido do presidente. A Pastoral da Criança estima que 10 mil crianças necessitam de calçados nas duas cidades onde Lula passou a infância. Com isso, os empresários farão a doação de 110 mil pares. A fabricação dos sapatos e tênis que serão doados está orçada em R$ 2,5 milhões.

Agencia Estado,

21 Outubro 2003 | 23h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.