Empresários passam "noite de espanto" na cadeia

O advogado Luís Antônio Siqueira Dias, que defende os empresários Fábio Monteiro de Barros Filho e José Eduardo Teixeira Ferraz, donos da construtora Incal, disse que seus clientes passaram uma "noite do espanto" e dormiram mal na Casa de Custódia da Polícia Federal em São Paulo.Ele conversou durante 40 minutos e disse que seus clientes, acusados de envolvimento no desvio de verbas na construção do prédio do Tribunal Regional do Trabalho em São Paulo, estão muito abatidos e inconformados com a prisão preventiva decretada pela Justiça.Segundo o advogado, eles estão mais chocados com a execração pública do que com as condições do cárcere. "Mas se o clamor popular decidir alguma coisa, o estado de direito está liquidado", declarou Siqueira Dias. O advogado disse estar confiante da possibilidade de a Justiça conceder um habeas corpus aos empresários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.