Empresário preso por sonegação de ICMS no RS

O juiz Felipe Keunecke de Oliveira, da 3a Vara Criminal de Santa Maria (RS), acolheu pedido do Ministério Público Estadual e determinou a prisão do empresário Antônio Gilberto Corrêa, um dos proprietários da Fábrica Cyrilla de Bebidas Ltda., por sonegação fiscal do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). A decisão foi decretada ontem e divulgada hoje. O empresário foi detido no presídio central de Santa Maria, na região central do Estado, informou o Ministério Público. A Secretaria da Fazenda e as promotorias de Porto Alegre e Santa Maria investigaram por cerca de um ano a empresa. O promotor Áureo Braga disse que a investigação apontou que o empresário utilizava notas de outras companhias para vender refrigerantes. Com isso, teria deixado de recolher R$ 14,8 milhões, conforme cálculo do MP, que ingressou com denúncia e pedido de prisão. O Ministério Público informou que esta foi a segunda denúncia por prática lesiva à ordem tributária apresentada contra a empresa. A Agência Estado fez contato com a residência do empresário em Santa Maria, mas sua família não quis se manifestar sobre a abertura do processo contra o empresário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.