Empresário confirma contribuição à prefeitura de Santo André

A CPI dos Bingos está tomando depoimento do empresário da área de transporte urbano no ABC paulista, Antônio Setti Braga. Ele confirmou aos membros da comissão o que já havia declarado ao Ministério Público, ou seja, que a empresa Nova Santo André, da qual era sócio, era obrigada a contribuir, mensalmente, com uma tarifa extra para a prefeitura de Santo André. Segundo ele, era "para poder trabalhar sossegado".Braga disse que essa contribuição mensal, de R$ 100 mil, era paga por todas as empresas de ônibus da cidade, juntas, cabendo à Nova Santo André - que respondia par 50% do transporte da cidade - pagar metade desse total. Ainda segundo ele, o pagamento aumentava quando as tarifas aumentavam.Entre os donos da empresa, ele citou os empresários Luiz Alberto Gabrilli e Ronan Maria Pinto, observando que Ronan tinha muita influência na prefeitura.Outra depoente esperada para hoje, Nelma Kodama, conhecida como Nelma Cunha, não foi encontrada pela Polícia Federal e deverá ser reconvocada depois do carnaval. Segundo o doleiro Antônio Carlos Claramunt, o Toninho da Barcelona, Nelma teria feito operações em dólar para o PT quando Celso Daniel era prefeito da cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.