Empresa do Grupo Leão Leão vence licitação em Ribeirão

A Leão Ambiental, braço do Grupo Leão Leão, que está sendo investigado pela Polícia Civil e pelo Ministério Público Estadual (MPE) por suspeitas de fraudes em contratos de lixo em algumas cidades do interior paulista - como Ribeirão Preto, Sertãozinho, Matão e Monte Alto -, venceu a nova licitação do lixo de Ribeirão Preto. Na tarde desta sexta-feira ocorreu a abertura das documentações e propostas das dez empresas concorrentes e a Leão Ambiental foi a vencedora, com valor global de R$ 43.161.991,20 (R$ 1.438.733,04 mensais) para um contrato de 30 meses, prorrogáveis por igual período, se necessário. A segunda colocada, a Ambitec, de Guará (SP), apresentou o valor de R$ 53.679.956,55 (R$ 1.789.331,89 mensais). Mas o resultado ainda não é final, pois a Comissão de Licitações analisará, nos próximos dias, se toda a proposta da Leão Leão está correta e as outras concorrentes podem apresentar contestações ou recursos."Vencemos com o preço em cima do conhecimento do serviço, de nossa experiência e do empenho de nossos funcionários", disse o presidente da Leão Ambiental, Silvio Luís Capparelli. Segundo ele, o resultado não foi surpresa, mas a empresa estava preocupada devido aos detalhes minuciosos do edital de concorrência. "Era um edital bastante aberto, com mais exigências a serem cumpridas, além do atual momento no qual estamos passando", explicou ele, referindo-se às investigações da polícia e de promotores. Capparelli não acredita em problemas na reta final da análise da documentação. "Estamos esperando o pronunciamento de nossa vitória."O presidente da Comissão de Licitações do contrato do lixo, Edmar Damasceno, disse que o julgamento de todos os itens do edital, em detalhes, ocorrerá nos próximos dias e, se tudo estiver em ordem, ocorrerá a publicação do resultado no Diário Oficial do Município. A partir dessa publicação, as demais empresas terão cinco dias para contestar ou recorrer do resultado. Caso nada mude, será publicado e adjudicado o resultado final da licitação com a vitória da Leão Ambiental. "A Leão Leão está estabelecida e estruturada aqui e é difícil para uma empresa de fora montar tudo novo", disse Damasceno.

Agencia Estado,

10 de março de 2006 | 19h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.