Empresa de transporte coletivo é investigada

Auditoria da Procuradoria-Geral de Curitiba apura possível desvio de recursos públicos na Urbanização de Curitiba (Urbs), empresa que gerencia o transporte coletivo na cidade. As suspeitas começaram quando saldos de depósitos judiciais relativos a ações trabalhistas e indenizatórias não foram depositados nos cofres da empresa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.