Embraer recebe F-5 para modernizar

A Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer) recebeu nesta segunda-feira os dois primeiros caças supersônicos F-5, pertencentes à Força Aérea Brasileira (FAB), para o início do processo de modernização dos jatos. Os aparelhos chegaram às 11h ao aeroporto militar de São José dos Campos e foram levados para os angares da companhia, onde serão submetidos a uma série de mudanças que prolonguem seu tempo de uso por mais 15 anos. Os aparelhos foram comprados no início dos anos 70. O programa de readequação dos aviões custará US$ 285 milhões e foi aprovado pelo Senado Federal. O programa submeterá 47 unidades produzidas pela Northrop a uma melhora acentuada em sua capacidade de combate e de desempenho aéreo. Os F-5 vão receber novos sistemas aviônicos, que incluem equipamentos de eletrônica de bordo, sistema de navegação, de armamentos e de autodefesa. Os caças também contarão com computadores, radar multimodo e os armamentos escolhidos pela FAB. A remodelagem dos F-5 será feita por uma parceria entre a Embraer e a Elbit, de Israel, especializada nesse tipo de modernização de aviões voltados para o mercado de defesa. O tempo previsto para a execução do programa F-5BR é de cinco anos. A Embraer vai trabalhar em lotes de caças, para não desguarnecer a FAB no patrulhamento aéreo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.