Embaixador espanhol diz a deputados que crise está perto do fim

Em conversa com deputados integrantesda Comissão de Relações Exteriores da Câmara, o embaixador daEspanha no Brasil, Ricardo Peidró, atribuiu a rigores da UniãoEuropéia a deportação de brasileiros de seu país, mas previuque a situação vá se resolver logo. Segundo relato de deputados que visitaram a embaixada daEspanha nesta terça-feira, Peidró disse que o Frontex, órgãoque regula as fronteiras européias, determina mais ou menosrigor para alguns países que são considerados porta de entradapara imigrantes ilegais. A Espanha integra essa lista pelo aumento no fluxo deafricanos e latino-americanos, teria explicado o embaixador. "Nós sabemos que o Frontex determinou rigor com relação atrês países na América Latina: Brasil, Paraguai e Bolívia",disse o deputado Marcondes Gadelha (PSB-PB), presidente daComissão de Relações Exteriores da Câmara. Segundo entendimento dos parlamentares, o embaixadorespanhol deu a entender que o pior já passou. "O embaixador fez questão de dizer que essa crise não devese estender. Deve ficar circunscrita aos fatos que passaram",afirmou Gadelha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.