Embaixador argentino critica indicação de brasileiro para OMC

A decisão do Brasil de apresentar o nome do embaixador Luis Felipe Seixas Correa à Organização Mundial de Comércio foi criticada pelo embaixador argentino Eduardo Sigal, subsecretário de Integração Econômica Americana e Mercosul. "Preferiria que o Mercosul tivesse um mecanismo de discussão para tomar este tipo de decisão, conjuntamente", afirmou à Agência Estado. Sigal conversou, por telefone com a AE, logo após reunião mantida em Brasília com o chanceler Celso Amorim.O subsecretário explicou que o governo argentino não tem uma posição formal sobre o assunto, mais ainda assim o embaixador mostrou-se contrariado com a situação conflitante entre o Brasil e o Uruguai por conta da apresentação de candidatos de ambos países junto à OMC.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.