Em visita ao Rio, príncipe Charles vai à favela Nova Holanda

Ele e a esposa visitaram a sede da ONG Luta pela Paz, coordenada por inglês; príncipe brincou com moradores

Roberta Pennafort, de O Estado de S.Paulo

12 de março de 2009 | 15h46

O príncipe Charles e a duquesa de Cornualha, Camilla Parker-Bowles, chegaram no início da tarde desta quinta-feira, 12, na Favela Nova Holanda, no Complexo da Maré, zona norte do Rio de Janeiro. Eles foram recebidos por uma bateria de escola de samba e três passistas, que se exibiram para o casal.   Charles e a esposa visitaram a sede da organização não-governamental (ONG) Luta pela Paz, coordenada pelo inglês, radicado na capital fluminense, Luke Dowdney, que tem por objetivo tirar jovens do tráfico por meio do ensino de modalidades de luta. O casal assistiu ainda, rapidamente, a uma demonstração infantil de capoeira.   Dessa vez, o príncipe Charles não se arriscou a sambar, mas ao chegar à favela, aceitou um chocalho de um ritmista da escola de samba Gato de Bonsucesso. Maria Luísa da Silva estava tocando o instrumento para recepcioná-lo e, quando Charles passou em sua frente, ofereceu-lhe o chocalho.   "Ele pegou, meio sem jeito. Mas para quem nunca tocou foi direitinho", disse Maria, que mora na Maré há 35 anos. Com o sol forte, a duquesa usou uma sombrinha branca para protegê-la.    

Tudo o que sabemos sobre:
Príncipe Charlesvisita oficial

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.