Em visita ao Rio, Dilma assiste 'Avatar' e encontra Niemeyer

Pré-candidata do PT à Presidência morou na cidade por um ano, clandestina, durante o regime militar

Luciana Nunes Leal, de O Estado de S.Paulo,

09 de março de 2010 | 11h51

Na tarde do último domingo, 7, depois de inaugurar o Hospital da Mulher Heloneida Studart, em São João de Meriti (Baixada Fluminense), a ministra Dilma Rousseff, pré-candidata do PT à Presidência da República, aproveitou para passear pelo Rio de Janeiro, cidade que visitava com os pais, quando criança, e onde morou por um ano, clandestina, durante o regime militar.

 

Dilma almoçou no restaurante Terzetto, em Ipanema. Encontrou por acaso o arquiteto Oscar Niemeyer, de 102 anos, com quem conversou rapidamente, na chegada e na saída. Posou para fotos com os garçons e chamou a atenção da clientela. Comeu peixe, salada e creme brulée de sobremesa. Bebeu água e Coca-Cola Zero.

 

No início da noite, a pré-candidata do PT à Presidência da República assistiu ao filme `Avatar', vencedor de três prêmios Oscar na madrugada da última segunda-feira, 8. Com ingressos comprados antecipadamente e lugares marcados, a pré-candidata do PT à Presidência da República foi ao tradicional cinema Roxy, em Copacabana, agora dividido em três salas menores, mas que ainda mantém a entrada imponente e a antiga escadaria. A ministra fez a programação acompanhada apenas de dois assessores.

Tudo o que sabemos sobre:
RioDilmaAvatarNiemeyerPTPAC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.