Em vídeo, Suplicy pede que Marta 'reflita' sobre impeachment

Mensagem foi postada nesta sexta-feira, 5, na página do PT de São Paulo no Facebook

Pedro Venceslau, O Estado de S.Paulo

05 Agosto 2016 | 15h10

SÃO PAULO - Principal aposta do PT na eleição para a Câmara Municipal de São Paulo, o ex-senador Eduardo Suplicy gravou na última quinta-feira, 4, um vídeo no qual ele pede que a senadora Marta Suplicy (PMDB), sua ex-mulher, "reflita" sobre o impeachment da presidente Dilma Rousseff. 

"Escrevi a Marta pedindo que ela lembre de todas as coisas que participou como companheira do PT, tendo merecido a confiança da presidenta Dilma, que a designou ministra da Cultura. Que ela possa refletir um pouco". 

Na mensagem, que foi publicada nas redes sociais do PT de São Paulo, Suplicy pede que os eleitores do partido façam como ele e enviem mensagens à senadora. "Em 2010, nós votamos na senadora Marta, que era nossa companheira. Queria sugerir a vocês que escrevam uma carta falando sobre os seus sentimentos. Ainda hoje ela votou pela continuidade do processo do impeachment". 

Em 2015, Marta deixou o PT após 33 anos no partido e migrou para o PMDB, sigla pela qual disputará a Prefeitura de São Paulo. Ela e Eduardo Suplicy se separaram em 2001, pouco depois de ela assumir a prefeitura da capital.

Assista ao vídeo:

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.