Em vídeo, Bejani recolhe dinheiro e fala de Dirceu

Vídeo divulgado ontem no site da revista Época na internet mostra o prefeito de Juiz de Fora, Carlos Alberto Bejani, recolhendo sacos de dinheiro - supostas propinas pagas por um empresário - enquanto fala de um encontro que teria em Belo Horizonte, horas depois, com o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, para tratar da liberação de R$ 70 milhões para a prefeitura. "Sabe quanto isso dá de comissão? R$ 7 milhões", diz o prefeito.De acordo com a Época, a gravação teria sido feita em 10 de maio de 2006, quando Dirceu já havia deixado o governo e até a Câmara dos Deputados - ele foi cassado no final de 2005.A revista afirma que, 50 dias depois do suposto encontro entre Bejani e Dirceu, a prefeitura fechou um contrato com o Ministério das Cidades e a Caixa Econômica Federal para aplicar cerca de R$ 70 milhões em obras de saneamento em Juiz de Fora. A Caixa liberou até agora R$ 1,86 milhão do total, informa a reportagem.Por intermédio de seu advogado, Dirceu disse à Época que não lembra de ter se reunido com Bejani na capital mineira. É fato, porém, que em 10 de maio de 2006 o ex-ministro estava em Belo Horizonte, onde deu uma palestra.O vídeo foi apreendido pela PF na primeira fase da Operação Pasárgada, em abril passado, quando o prefeito foi preso pela primeira vez. Os responsáveis pela investigação descobriram, segundo a Época, que a gravação foi feita por um empresário que supostamente pagava propinas para o prefeito. De alguma maneira, o material foi recuperado por Bejani e guardado na prefeitura, onde acabou apreendido pela PF.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.